Breve Lançamento de AUTORES FREE

A construção do Indivíduo pelo Símbolo



Introdução  
Representação de algo desejado: jogo da ficção
O Símbolo Como liberdade que Cria e Potencializa a Realidade
Os Símbolos Como Espelhos Orientadores de Quem Realmente Somos.
O Elemento Mediador Simbólico na Formação do Indivíduo
A Simbolização da Grandiosidade pelo Indivíduo
Símbolos, contextos e indivíduos: fabricas da realidade.
A temática do símbolo

O conceito de símbolo se situa dentro de uma complexidade, na qual, uma abordagem total não seria a finalidade deste livro, mais sim, trazer uma contribuição a todos àqueles que possuem interesse neste tema. Sendo de interesse desta obra, o símbolo enquanto elemento capaz de acrescentar sentido a realidade.
O símbolo como elemento de transformação, coisa ou objeto, que tenha a função de ponte entre: uma realidade angustiante e a idealização do indivíduo.  Passagem mediada pela sensação de encanto, provocada pela ficção de algo desejado e capaz de gerar representações semelhantes à grandeza admirada.
Neste sentido, abordaremos no primeiro capítulo, a representação como algo desejado, segundo Jean Piaget, numa espécie de jogo da ficção, cujo indivíduo, usa a imaginação para brincar de como resolver problemas reais em seu contexto. A irrealidade que orienta a pessoa a se nortear pela opção que mais lhe fascina.  
Com base naquilo que o magnetiza, o indivíduo substitui a forma de observar o obstáculo, isto é, busca  lograr a realidade ao condicionar outras opções substitutivas. Desse modo, uma vez diante de um problema, ele acrescenta seu desejo, mesmo que seja algo impossível, é capaz de se realizar  via reprodução de algo semelhante ou próximo.  

Lançamento Previsto para 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Elemento Mediador Simbólico na Formação do Indivíduo

Artigo Nº 4-  série "A construção do Indivíduo pelo Símbolo" Teoria de Slavoj Zizek  Joaquim Luiz Nogueira O Elemento Me...