Pirambóia, um distrito de Anhembi

Acesso pela Marechal Rondon, lugarejo com algumas casas antigas e imagens de sítios e fazendas em meio a uma natureza exuberante. Uma igreja e ruas que terminam rapidamente. 











Exemplos de como as pessoas buscam o diálogo com o invisível

                           

Numa lacuna entre a visão consumista do ser humano e a capacidade imaginária livre, há  certa fronteira que ultrapassa o corpo físico e mergulha no universo animista, ou seja, no espaço que fica entre o visível e o invisível, lugar povoado pela existência construída ou realidade, parceria entre a mente humana e a qualidade do acreditar, e que, de alguma forma, participa na edificação das ações visíveis.
A tentativa humana de interferir ou interpretar certo universo, além da consciência corpórea, lança o homem numa jornada rumo à eternidade. E isso abre uma lacuna entre o corpo físico, cuja visão humana reconhece pelos órgãos do sentido, e, do outro lado desse universo visível, escapa a compreensão da limitada mente.
Entre aquilo que a psique humana conhece e manipula e o desconhecido, surge um campo rico para evolução imaginária. Nele, tudo é possível, desde que possamos criar e dar materialidade naquilo que geramos. Este livro se inicia pelas escadas animistas nas quais as qualidades do mana carregam a capacidade para dar vida a uma infinidade de seres visíveis e invisíveis a partir da imaginação.
O pensamento animista, tido como infantilidade dos povos primitivos, segundo registros científicos modernos, surgiu como necessidade para solucionar problemas reais de ameaças, preocupações e medos, numa época que a linguagem e algumas técnicas rudimentares complementavam o direcionamento entre líderes e seus grupos.
Ao considerarmos as imagens, sons e sabores como manifestações sentidas, interpretadas e comunicadas em ordem de importância, segundo contextos naturais, sociais, econômicos e religiosos, a evocação de estados ideais desejados e a criação de símbolos com objetos e amuletos correspondem às necessidades do corpo humano em cada época.
As incorporações pelos homens se estabelecem pelo poder de sentimentos como amor e ódio, beleza e estranheza, isto é, dependem do grau de grandeza e infinitude que se apresentam diante da realidade humana. Assim como um céu estrelado e até mesmo a visão de um oceano, cuja beleza destas visões, também podem tornar insignificante a presença humana.
Tais grandezas despertam analogias entre a potencialidade do homem e forças não controladas por ele. O sentimento de nulidade diante da imensidão desconhecidas desses abismos alimenta no ser humano a visão de liberdade, e essa, transformada em símbolo, cuja materialidade pode ser um objeto ou o próprio homem, constrói passagens rumo à eternidade.

Nesta obra, buscamos os possíveis caminhos criados pelos homens, com a finalidade de dialogar com o invisível, que, devido aos limites da compreensão humana, rituais, sonhos, linguagens e códigos, foram criados para iluminar a travessia.
Livro Diálogos com o invisível 





Paisagens da Serra de Botucatu

Algumas imagens da Região de Botucatu 
Joaquim Luiz Nogueira
Base da nuvem, visão da estrada da Bocaina  

Estrada da Bocaina 

Cruz de ferro e a velha torre

Fazenda Indiana 

Ponte de madeira 



O 10 nomes mais procurados na Plataforma Google do Brasil em 2016


Joaquim Luiz Nogueira

Os chamados buscadores de plataformas da internet, como por exemplo, o GOOGLE é campeão na busca dos interesses imediatos dos internautas, que no ano de 2016, destacaram-se os seguintes temas como os mais procurados:
1)    Pokémon GO, um jogo eletrônico free-to-play de realidade aumentada voltada para smartphones. O jogo permite aos jogadores capturar, batalhar, e treinar criaturas virtuais, chamadas Pokémon, que aparecem nas telas de dispositivos como se fossem no mundo real. 
2)    Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 em números foram 11.400 atletas de 205 países que disputaram 42 modalidades e significou oportunidades  de negócios para milhares de pessoas;
3)    Big Brother Brasil 2016, As inscrições online para as seletivas regionais e nacional puderam ser feitas entre 8 de abril e 8 de novembro de 2015.  As seletivas regionais foram realizadas em onze capitais brasileiras. Candidatos inscritos na seletiva nacional além da entrevista presencial puderam ser entrevistados através da Banca Virtual.
4)    Tragédia do Chapecó – após desastre de avião com a equipe de futebol da cidade de Chapecó, milhares buscaram informações  sobre o assunto.
5)    Tabela do Brasileirão – esporte favorito dos torcedores, o futebol leva milhares de curiosos para a consulta da tabela todas as semanas durante o campeonato.
6)    Domingos Montagner – Outra tragédia movimentou a curiosidade dos internautas em 2016;
7)    Eleições 2016 – o tema levou milhares de pessoas a buscar informações sobre a política das prefeituras e os possíveis candidatos as vagas e votos do povo;
8)    ENEM- outro campeão de busca, principalmente pelos estudantes que querem entrar na universidade e não sabem como participar ou querem saber como atingir os conceitos maiores;
9)    Sisu - sistema informatizado do Ministério da Educação por meio do qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas a candidatos participantes do Enem.
10)  Iphone 7 – este aparelho prometia melhorar consideravelmente as partes mais importantes da sua experiência com o iPhone. Ele trazia  um conjunto de câmeras completamente novo, e o melhor desempenho e a maior duração de bateria até hoje, sistema de alto-falantes estéreo e tela com mais brilho e cores. Além de ser resistente à água e respingos. É poderoso em cada detalhe. E poderoso como um todo. 


Conclusão, os temas mais buscados na internet possui uma relação com a realidade virtual de jogos, das oportunidades de diversão, negócios temporários, participação em reality show e lucro. Por outro lado, o trágico também movimenta curiosidades, assim como as vagas das eleições, ENEM e SISU. Tudo isso mostrado em tempo real pela tecnologia do celular. 

Principais temas do livro: A construção do indivíduo pelo simbólico (Breve Lançamento)

 the Individual's Construction for the symbol.

Livro a ser lançado pelo site WWW.autoresfree,com.br  em 2018 . Título: A Construção  do Individuo pelo símbolo. Vejam resumo de alguns capítulos e temas
 The book being thrown by the site WWW.autoresfree, with.br in 2018. Title: the Individual's Construction for the symbol. See summary of the chapters and themes
Le  livre l'étant jeté par le site WWW.autoresfree, with.br en 2018. Titre : la Construction de l'Individu pour le symbole. Voir le résumé des chapitres et des thèmes
Português
Inglês
Françês
O Símbolo Como liberdade que Cria e Potencializa a Realidade

A construção do indivíduo a partir de símbolos é capaz de oferecer ao sujeito, não só o rumo das coisas, mas o sentido, o interesse, a conexão com a continuidade daquela força que nos puxa em sua direção. Mircea Eliade nos fala que “diante das imagens e dos símbolos que no mundo exótico, tomam o lugar dos nossos conceitos ou que os vinculam e prolongam” (MIRCEA, 1991, p.6).
Essa força que se irradia a partir de um símbolo faz transbordar no corpo humano certo elemento de potência, cuja origem é imaterial, mas compreendida pela mente como imagem, mito, comando, inspiração, criatividade ou sabedoria.
The Symbol As freedom that Creates and it Potentiates the Reality 

The individual's construction starting from symbols is capable to offer to the subject, not only the direction of the things, but the sense, the interest, the connection with the continuity of that force that pulls us in his/her direction. Mircea Eliade in (MIRCEA, 1991, p.6) the speech that "before the images and of the symbols that in the exotic world, they take the place of our concepts or that link them and they prolong." That force that is irradiated starting from a symbol makes to overflow in the body certain human potency element, whose origin is immaterial, but understood by the mind as image, myth, command, inspiration, creativity or wisdom.

Le Symbole la liberté qui Crée et cela Potentiates la Réalité

La construction de l'individu commençant de symboles i capable offrir au sujet, non seulement la direction des choses, mais le sens, l'intérêt, le rapport(la connexion) avec la continuité de cela les forces qui nous tirent dans le sienne / sa direction. Mircea Eliade dans (MIRCEA, 1991, p.6) le discours que "avant les images et des symboles que dans le monde exotique, ils prennent l'endroit(la place) de nos concepts ou ce les lient et ils prolongent." Cela le force j'ai illuminé le départ du symbole fait pour déborder dans le corps(l'organisme) du certain élément de puissance humain, dont l'origine i peu important, mais compris par l'avis(esprit) l'image, le mythe, la commande, l'inspiration, la créativité ou la sagesse.
Tema: Inspiração e criatividade: construção  do indivíduo via símbolos. Buscamos Parceria financeira para lançamento.
Fear: Inspiration and creativity: the individual's construction saw symbols. We looked for financial Partnership for release.
Thème : Inspiration et créativité : la construction de l'individu a vu des symboles. Nous avons cherché le Partenariat financier pour la sortie.
Livro a ser lançado pelo site WWW.autoresfree,com.br  em 2017 . Título: A Construção  do Individuo pelo símbolo. Vejam resumo dos capítulos e temas
 The book being thrown by the site WWW.autoresfree, with.br in 2017. Title: the Individual's Construction for the symbol. See summary of the chapters and themes
Le livre l'étant jeté par le site WWW.autoresfree, with.br en 2017. Titre : la Construction de l'Individu pour le symbole. Voir le résumé des chapitres et des thèmes
Português
Inglês
Françês
Representação de algo desejado: jogo da ficção
Numa ação racional do indivíduo, o mesmo, procura resolver os problemas reais se adaptando ao contexto externo ao seu redor, porém, a imaginação lhe acrescenta novos elementos, cujo efeito simbólico é capaz de submeter à realidade no sentido de satisfazer o sujeito, espécie de jogo que não possui norma ou limite para sua inventividade. A pessoa assimila aquilo que melhor lhe encanta, e isto, passa a orientá-la. De acordo com Piaget, o indivíduo em sua fase infantil de socialização, adota algumas normas, de forma que, sua imaginação possa simbolizar os diversos elementos de sua realidade, ou seja, para cada fato, o sujeito é direcionado rumo a uma conduta coletiva ou certa representação desejada pelo sujeito, frente aquele momento.
Representation of something wanted:

I play of the fiction In a rational action of the individual, the same, tries to solve the real problems adapting to the external context to his/her circuit, however, the imagination increases him/her new elements, whose symbolic effect is capable to submit to the reality in the sense of satisfying the subject, game species that doesn't possess norm or limit for his/her inventiveness. The person assimilates that that better you/he/she enchants him/her, and this, starts to guide her. In agreement with Piaget, the individual in his/her infantile phase of socialization, adopts some norms, so that, his/her imagination can symbolize the several elements of his/her reality, in other words, for each fact, the subject is addressed heading for a collective conduct or certain representation wanted by the subject, front that moment.
Représentation de quelque chose de voulu :

je joue de la fiction Dans une action raisonnable de l'individu, le même, essaye de résoudre les problèmes réels(vrais) s'adaptant au contexte externe à son/son circuit, cependant, l'imagination augmente lui/son de nouveaux éléments, dont l'effet symbolique est capable pour se soumettre à la réalité dans le sens de satisfaire le sujet, l'espèce de jeu qui ne possède pas de norme ou limite pour son/son esprit d'invention. La personne l'assimile que mieux you/he/she enchante lui/son et ceci, commence à la guider. D'accord avec Piaget, l'individu dans sa/sa phase infantile de socialisation, adopte quelques normes, pour que, sa/son imagination puisse symboliser plusieurs éléments de sa/sa réalité, autrement dit, pour chaque fait, le sujet est adressé(abordé) se dirigeant vers une conduite collective
Tema do capítulo: Representação e adaptação. Buscamos Parceria financeira para lançamento.
Fear of the chapter: Representation and adaptation. We looked for financial Partnership for release.
Thème du chapitre : Représentation et adaptation. Nous avons cherché le Partenariat financier pour la sortie.





Livro a ser lançado pelo site WWW.autoresfree,com.br  em 2017 . Título: A Construção  do Individuo pelo símbolo. Vejam resumo dos capítulos e temas
The book being thrown by the site WWW.autoresfree, with.br in 2017. Title: the Individual's Construction for the symbol. See summary of the chapters and themes
Le livre l'étant jeté par le site WWW.autoresfree, with.br en 2017. Titre : la Construction de l'Individu pour le symbole. Voir le résumé des chapitres et des thèmes
Português
Inglês
Françês
Os Símbolos Como Espelhos Orientadores de Quem Realmente Somos.
O dispositivo humano responsável por iniciativas e decisões, aquele que nos aponta direções, tem como alicerce uma estrutura invisível, cujos comandos ocorrem por sensações de medo, prazer, preocupações, sonhos e fantasias. Estas fontes que alimentam o corpo humano e que segundo Jung, preexistente ao corpo e seus órgãos, também significa, que não dependem do indivíduo para atuar. Tendo esta base estrutural fora do indivíduo, logo o corpo se torna um órgão receptor, cuja parte do comando parece ser algo externo a ele, o que pode explicar o fato do indivíduo ser obrigado a fazer escolhas a cada instante de sua trajetória. Tais decisões são carregadas de significados, sendo a maioria delas simbólicas, expressas como opções entre o Bem versos o Mal, ou melhor, e pior. “Tudo o que é psíquico tem um sentido inferior e um sentido superior (...) e com isso tocamos o enigma do significado simbólico de tudo o que é psíquico” (JUNG, 1986, p.43). 
The Symbols As Guiding Mirrors of Who we are Really.
The responsible human device for initiatives and decisions, that that it points us directions, has as foundation an invisible structure, whose commands happen for fear sensations, pleasure, concerns, dreams and fantasies. These sources that feed the human body and that according to Jung, preexistent to the body and their organs, it also means, that don't depend on the individual to act.
Tends this structural base out of the individual, soon the body becomes a receiving organ, whose part of the command seems to be something external to him, what can explain the individual's fact to be forced to do choices to each instant of his/her path.
Such decisions are loaded of meanings, being most of them symbolic, expressed as options among
Les Symboles Comme la Direction des Miroirs de ce qui nous sommes Vraiment.
 Le dispositif humain responsable pour des initiatives et des décisions, cela qu'il nous dirige des directions, a comme la base(fondation) une structure invisible, dont les commandes arrivent pour des sensations de crainte, le plaisir, des préoccupations(entreprises), des rêves et des fantaisies. Ces sources qui alimentent le corps humain et que selon Jung, preexistent au corps(à l'organisme) et leurs organes, il signifie aussi, cela ne dépendent pas de l'individu pour agir. A tendance cette base structurelle de l'individu, bientôt le corps(l'organisme) devient un organe de réception, dont la partie de la commande semble être quelque chose d'externe à lui, ce qui peut expliquer le fait de l'individu pour être forcé de faire des choix à chaque instant de son/son chemin. De telles décisions sont chargées de significations, étant la plupart d'entre eux symbolique, exprimées comme des options parmi
Tema do capítulo: Representação e adaptação. Buscamos Parceria financeira para lançamento.
Fear of the chapter: Representation and adaptation. We looked for financial Partnership for release.
Thème du chapitre : Représentation et adaptation. Nous avons cherché le Partenariat financier pour la sortie.


Breve Lançamento de AUTORES FREE

A construção do Indivíduo pelo Símbolo



Introdução  
Representação de algo desejado: jogo da ficção
O Símbolo Como liberdade que Cria e Potencializa a Realidade
Os Símbolos Como Espelhos Orientadores de Quem Realmente Somos.
O Elemento Mediador Simbólico na Formação do Indivíduo
A Simbolização da Grandiosidade pelo Indivíduo
Símbolos, contextos e indivíduos: fabricas da realidade.
A temática do símbolo

O conceito de símbolo se situa dentro de uma complexidade, na qual, uma abordagem total não seria a finalidade deste livro, mais sim, trazer uma contribuição a todos àqueles que possuem interesse neste tema. Sendo de interesse desta obra, o símbolo enquanto elemento capaz de acrescentar sentido a realidade.
O símbolo como elemento de transformação, coisa ou objeto, que tenha a função de ponte entre: uma realidade angustiante e a idealização do indivíduo.  Passagem mediada pela sensação de encanto, provocada pela ficção de algo desejado e capaz de gerar representações semelhantes à grandeza admirada.
Neste sentido, abordaremos no primeiro capítulo, a representação como algo desejado, segundo Jean Piaget, numa espécie de jogo da ficção, cujo indivíduo, usa a imaginação para brincar de como resolver problemas reais em seu contexto. A irrealidade que orienta a pessoa a se nortear pela opção que mais lhe fascina.  
Com base naquilo que o magnetiza, o indivíduo substitui a forma de observar o obstáculo, isto é, busca  lograr a realidade ao condicionar outras opções substitutivas. Desse modo, uma vez diante de um problema, ele acrescenta seu desejo, mesmo que seja algo impossível, é capaz de se realizar  via reprodução de algo semelhante ou próximo.  

Lançamento Previsto para 2018

Visões da Estrada Botucatu /Bofete

Numa manhã de inverno com muito vento, selecionei algumas imagens que podem inspirar outras pessoas a conhecerem um pouco mais desta Terra de Aventura, região da serra entre Botucatu e Bofete, via estrada que corta as fazendas, sítios e riachos. 
Joaquim Luiz Nogueira


Fazendas com lavouras 

Lago com Cerejeiras 

Aves como o Canário da Terra na margem da estrada


Lago com muito verde 

Lago com mergulhões 

Visão das Três Pedras 

Casa de sertanejo 

Gavião Carijó voando sobre o banhado 

Não esquecer de tomar um café de fazenda na Cantina da Figueira.
















A Simbolização da Grandiosidade pelo Indivíduo

A Simbolização da Grandiosidade pelo Indivíduo  Joaquim Luiz Nogueira  A construção do Individuo pelo símbolo - Parte 5  Press...